GESE

SINTECT - PE

RÀDIO DO BLOG

About Me

Minha foto
Ozeias José de Santana
Visualizar meu perfil completo

OZEIAS E ERICSON ( SOLDADO).

OZEIAS  E  ERICSON ( SOLDADO).

CDD PRAZERES

R.ESTRADA DA BATALHA 492- PRAZERES
JABOATÃO DOS GUARARAPES-PE
FONE-81 3378-0105
54315-010

CLIMA E TEMPO

DIGNOW

FENTECT

Jornal da FENTECT

Total de visitas

Globo de Visitas

DESTAQUE.

Quero parabenizar o carteiro Paulo Cesar , por ter atuado brilhantemente como supervisor interino, durante as férias de Júnior.

APOIO

Frigo Frango Av. Princs Isabel, 869 - Centro, João Pessoa - PB, 58013-251 (83) 3241-1309
GRANJA PROGRESSO - JOÃO PESSOA - PB
GRANJA SANT"ANA - SANTA RITA - PB

DELEGADO SINDICAL

PAULO CEZAR - Sempre nos mantendo informado sobre tudo o que acontece no SINTECT- PE

PARCEIROS

TICKET ALIMENTAÇÃO

img-165x92





Heineken


Loading...

TUDO SOBRE O ESPORTE

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ANIVERSARIANTES DO CDD

EUDES BARBOSA 17/08
MANOEL SIMÃO 09/09
MARCOS VINICIUS 04/11
OZEIAS 29/12
DENNYS 02/01
ERICSON ( SOLDADO) 13/01
JOSENILDO 22/05

DESTAQUE DA SEMANA

QUERO PARABENIZAR O COLEGA MAURICIO , POR TER SE PREOCUPADO COM A ORGANIZAÇÃO DAS CORRESPONDÊNCIAS DO DISTRITO 218 APÓS A TD ( TRIAGEM POR DISTRITO ) NA MINHA AUSÊNCIA , POIS FACILITOU MUITO MEU SERVIÇO NO DIA SEGUINTE. UMA ATITUDE LOUVÁVEL QUE DEVE SER SEGUIDA POR OUTROS.



OZEIAS - CARTEIRO

AGRADECIMENTO

AGRADEÇO A RINALDO NASCIMENTO E HÁLISSON , POR COLABORAR COM INFORMAÇÕES MANTENDO O BLOG SEMPRE ATUALIZADO. OBRIGADO.

O BLOG CDD PRAZERES É ?

Seguidores

FIQUE SABENDO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise neste blog

Meu Banner/Link-nos

Tecnologia do Blogger.

SETOR DE REGISTRADOS.

EUDES ( IN MEMORIAN ) EUDES BARBOSA, FERNANDO ELOY , NATANAEL E WALTER.

CENTRO CULTURAL

Visitação:

Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262
– Bairro do Recife
50031-970 - Recife – PE
Telefone: 081 3224 5739 /
3424 1935
Fax: 081 3224 5739
e-mail:
centroculturacorreiosrecife
@correios.com.br

Funcionamento:

O Centro Cultural Correios recebe visitantes
de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 18h,
e aos sábados e domingos, das 12h às 18h.
Entrada franca.

ATENÇÃO

A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS NÃO TEM RESPONSABILIDADE ALGUMA SOBRE TUDO O QUE É POSTADO NESTE BLOG. AS POSTAGENS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DO PROPRIETÁRIO DO BLOG.

Postagens populares

segunda-feira, 23 de junho de 2014

BLOG DOS CORREIOS

História do futebol e identidade brasileira em exposição

Um apanhado histórico-cultural da representação do futebol para os brasileiros. Esse é o foco da mostra “Brasil, um país, um mundo”, exposta simultaneamente em três cidades-sede dos jogos. A exposição, que já está aberta à visitação, fica até dia 14/7 no Shopping Nova América no Rio de Janeiro (RJ); até 15/7 no Pavilhão das Culturas Brasileiras do Parque Ibirapuera em São Paulo (SP); e até 25/6 no Shopping Ponta Negra em Manaus (AM).
Patrocinada pelos Correios, a mostra traz objetos que narram um pouco da história do futebol dos anos 30 até a atualidade, entre eles camisas de jogadores usadas em partidas de Copas, campeonatos oficiais e jogos amistosos, troféus, medalhas, bolas e chuteiras.
A exposição também promove diversas atrações interativas, tais como a possibilidade dos visitantes gravarem depoimentos ou montarem “a melhor seleção de todos os tempos”, além de valorizar a memória das seleções nacionais, por meio de visitas feitas semanalmente por um campeão mundial, que relembra feitos importantes junto ao público.
“Brasil, um país, um mundo” já passou pelas capitais Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza e Cuiabá. Mais detalhes e horários de visitação em cada cidade podem ser obtidos no site da mostra.

- See more at: http://blog.correios.com.br/correios/#sthash.kWXS55YE.dpuf

FONTE-BLOG DOS CORREIOS
quinta-feira, 19 de junho de 2014

SINTECT-AL

 
18/06/2014

Sancionada lei que garante adicional de periculosidade para profissionais da moto



Ao sancionar a lei que inclui o pagamento de adicional de periculosidade para mototaxistas, motoboys e motofretistas, a presidente Dilma Rousseff disse que a medida é justa, necessária e um direito desses trabalhadores, que enfrentam diversos perigos e até risco de vida.

A lei altera a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e determina que os brasileiros que usam a moto para trabalhar com o transporte de passageiros e mercadorias recebam adicional de 30% sobre o salário. O projeto tramitou por mais de dois anos no Congresso.

Para o senador Marcelo Crivella, autor do projeto de lei no Senado, a expectativa é que os profissionais invistam o adicional em equipamentos de segurança. “[A lei garante] a possibilidade dele poder comprar uma bota de couro, um casaco de couro, não andar com pneu careca, ter as lanternas da motocicleta sinalizando corretamente, condições de se aperfeiçoar.

Crivella lembrou que os motociclistas estão entre as principais vítimas dos acidentes de trânsito, citando que diariamente em São Paulo dois motoboys morrem e dez terão de usar cadeira de rodas.

De acordo com o Sindicato dos Mensageiros, Motociclistas, Ciclistas e Mototaxistas de São Paulo (Sindimoto-SP), a categoria tem cerca de dois milhões de trabalhadores em todo o país.

O Sintect-AL está aguardando pronunciamento dos Correios sobre cumprimento da lei que bebeficiará milhares de carteiros que, sobre motos, realizam a distribuição de telegramas, cartas e encomendas diariamente por todo o país.

Fonte:
http://tnh1.ne10.uol.com.br/noticia/brasil/2014/06/18/302744/sancionada-lei-que-garante-adicional-de-periculosidade-para-profissional-motoboy (texto adaptado)


Veja no anexo abaixo a íntegra do PLS 193/03 (Projeto de Lei do Senado) sancionado pela Presidência da República.
ARQUIVOS ANEXOS:
domingo, 15 de junho de 2014

SINTECT-SANTOS-SP

Governo atualiza valores cobrados pelos Correios

by 
Os valores das postagens da Empresa Brasileira de Correios foram atualizados. De acordoo com a  Portaria nº 466 do Ministério das Comunicações, publicada nesta quarta-feira (11), o valor para carta social se mantém R$ 0,0, mas, para outras modalidades de correspondência, os preços básicos foram reformulados.
A alteração ficou da seguinte forma:
  • Carta não comercial e cartão (R$ 0,85);
  • Carta Comercial e Aerograma Nacional (R$ 1,30);
  • Franqueamento Autorizado de Cartas – Nacional (R$ 1,14);
  • Cartas e Cartões Postais Internacionais – Modalidade Econômica (devido às varias categorias, o total varia entre R$ 1,05 e R$ 1,55);
  • Cartas e Cartões Postais Internacionais – Modalidade Prioritária (devido às varias categorias, o total varia entre R$ R$ 2,15 e R$ 3,15);
  • Serviço Telegráfico Internacional – Modalidade Ordinária (R$ 0,99).
O texto ainda especifica quais são os agrupamentos de países para cobrança similar. Os grupos estão divididos em Mercosul; Demais países da América do Sul; Américas Central e do Norte; Europa; e Ásia, Oriente Médio, África e Oceania. Os países que constituem esses grupos podem ser visualizados no texto original da Portaria.
A Portaria também menciona que a Empresa Brasileira de Correios pode arredondar os valores para fins de realização do serviço de entregas. Sobre o peso das correspondências, a publicação especifica que cartas acima de 500 gramas serão cobradas como Serviço de Encomenda Expressa (SEDEX).
Fonte:
Portal Brasil com informações da Imprensa Nacional
PrintFriendly and PDFImprima SINTECT-SANTOS-SP

SINTECT-SANTOS-SP

Goiás terá projeto piloto dos Correios em celular

by 
Goiás deve abrigar o projeto piloto do mais novo ramo de atuação dos Correios: a telefonia móvel celular. A expectativa é que o consumidor possa contar com mais uma opção, o que deixará esse mercado ainda mais concorrido já a partir do próximo mês de setembro, data prevista para entrada dos Correios nesse serviço, que tem sido alvo de muitas reclamações pela baixa qualidade. A informação é do diretor geral dos Correios em Goiás, Sérgio Repolho.
O Ministério das Comunicações liberou os Correios para prestar serviços de telecomunicações como uma operadora de telefonia celular através de portaria publicada no último dia 8 de maio, no “Diário Oficial da União”. Os Correios estão autorizados a entrar no mercado como operadora virtual, chamada de MVNO, ou seja, não terão infraestrutura própria e utilizarão a rede de outra companhia para oferecer serviços de telecomunicação com sua marca.
Assinada pelo ministro Paulo Bernardo, a Portaria nº 416 avaliza os planos dos Correios e libera a empresa para buscar algum parceiro disposto a alugar sua infraestrutura. O plano da estatal é faturar R$ 1,5 bilhão a partir do quinto ano de operação do serviço de telefonia móvel, afirmou ao G1 o vice-presidente de Tecnologia e Infraestrutura da companhia, Antonio Luiz Fuschino.
TECNOLOGIA
Para sustentar a operação, os Correios têm um acordo com a holding do Grupo Poste Italiane, o serviço de correio da Itália, com a qual formará uma joint venture. Será essa empresa que pedirá à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) autorização para se tornar uma operadora virtual. O investimento previsto na operação é de R$ 150 milhões dentro de cinco anos.
“Vamos vender serviços como qualquer outra empresas. Podemos agregar tecnologia postal à mobilidade porque o mundo caminha para a mobilidade”, explica Sérgio Repolho.
Ele lembra que Goiás também será o palco do projeto piloto do Banco Postal. No início deste mês, os Correios assinaram um contrato com o Banco do Brasil para estabelecer o início de uma atuação como instituição financeira. O Banco Postal, já aprovado pelo Cade e com previsão de início das operações em junho, prestará todos serviços gerais de um banco.
Por isso, o diretor explica que os Correios chegam a esse mercado de telefonia com a vantagem de poder ter um banco físico e um virtual, agregando com os serviços de telefonia.
Ele ressalta que a população contará com toda a experiência de capilaridade dos Correios, com seus serviços aliados à telefonia móvel. “O Banco Postal será um grande parceiro. O cliente terá o atendimento pessoal nas agências, o virtual para telefonia e ainda poderá fazer diversas transações bancárias pelo telefone”, esclarece Sérgio Repolho.
FONTE-SINTECT-SANTOS-SP

SINTECT-SANTOS-SP

Uma Gerente dos Correios é presa

by 
Uma gerente da agência dos Correios foi presa durante uma operação deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (8), em Marataízes, no Litoral Sul do Espírito Santo. O objetivo da ação foi prender pessoas responsáveis pelo furto de um cofre contendo uma certa quantia em dinheiro na agência do município, ocorrido na madrugada do dia 4 de fevereiro de 2014. A empresa foi procurada pelo G1 e informou que foi aberto um processo administrativo. A funcionária será afastada de suas atividades durante esse processo e, caso seja condenada, deve sofrer a pena máxima de demissão.
Durante as investigações, a suspeita inicial da Polícia Federal era da participação de uma servidora da agência e de, pelo menos, outras três pessoas. Durante a operação, foi cumprido um mandado de prisão preventiva e dois mandados de busca e apreensão, um deles na própria agência dos correios, resultando em uma prisão da gerente de 46 anos – que não teve o nome divulgado.
De acordo com o delegado da Polícia Federal, Everton Manso, as investigações continuam para descobrir quem são os executores do crime e recuperar o cofre. “Ela sozinha não conseguiria carregar o cofre”, revela. A gerente vai ser encaminhada para o Centro de Detenção Provisória feminina de Viana.
Os suspeitos poderão responder pelos crimes de Furto e Formação de Quadrilha e se condenados poderão pegar pena de até oito anos de prisão.
Crime
No dia do furto, os criminosos arrombaram uma porta de aço existente na lateral da agência, entraram em seguida e foram direto ao local onde estava o cofre de aproximadamente 200 quilos. Eles ficaram no local onde ficaram por aproximadamente uma hora fugindo logo em seguida pelos fundos, na fuga eles passaram por um buraco aberto no muro.
PrintFriendly and PDFImprimaFONTE-SINTECT-SANTOS-SP

SINTECT-SANTOS-SP

Postalis admite prejuízo de 1 Bilhão

by 
BRASÍLIA  –  O Instituto de Seguridade Social dos Correios e Telégrafos (Postalis) – o fundo pensão dos funcionários dos Correios – informou nesta segunda-feira, 5, que “não tem conhecimento de investigação” conduzida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que apura a existência de fraudes cometidas por antigos executivos da entidade. As denúncias foram publicadas na edição de ontem do jornal O Globo e relatam os prejuízos decorrentes de movimentações financeiras suspeitas.
As supostas práticas ilegais envolveram, segundo o jornal, o ex-diretor financeiro do Postalis, Ricardo Oliveira Azevedo. Segundo o instituto, ele não foi afastado do cargo, mas saiu por ter solicitado o “desligamento alegando motivos pessoais”.
O suposto envolvimento do ex-diretor se deu na rede de contatos que funcionava para viabilizar as operações financeiras descritas como fraudulentas. Consta da relação de pessoas envolvidas na denúncia representantes do Banco BNY Mellon, da gestora DTW Investimento e da empresa Tino Real Participação, além do doleiro Alberto Youssef, que foi preso em março pela “Operação Lava-Jato” da Polícia Federal (PF). Outro ponto de desconhecimento da instituição se refere à “influência” do doleiro em seus investimentos.
De acordo com a denúncia, os recursos do Postalis foram aplicados em fundos administrados pelo banco envolvido. Portanto, seria o Banco BNY Mellon, na condição de “administrador e gestor master” do fundo, que “melhor pode responder sobre os aportes feitos naquele fundo”. A entidade assegurou que, caso seja identificada alguma fraude, tomará “as medidas cabíveis na defesa de seus direitos” que, segundo o instituto, estão resguardados.
O jornal informou que as irregularidades apontadas nos investimentos “não têm relação” com a fiscalização da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). “As autuações efetuadas pela Previc diziam respeito a desenquadramentos dos investimentos em relação aos limites legais e não tratavam de prejuízos ao fundo”, informou o instituto em nota.
“Déficit técnico”
O Postalis reconheceu que registrou um “déficit técnico” no valor de R$ 936,5 milhões, no final de 2013. “Esse déficit decorre do impacto da mudança de algumas premissas atuariais – taxa de rotatividade, tábua de mortalidade, queda da taxa de juros – e, principalmente, do resultado dos investimentos que se manteve abaixo da meta atuarial”, justificou.
Segundo o fundo de pensão, o suposto embate entre os sindicatos dos trabalhadores e os Correios a respeito de quem deveria arcar com os prejuízos “não procede”. O instituto disse que a legislação estabelece que “qualquer equacionamento deve ser dividido entre a Patrocinadora (Correios) e os participantes”.
O Postalis admitiu que os investimentos na gestora DTW tiveram rentabilidade de 0,01% em renda fixa e 7,64% negativos em ações. E disse, ainda, que a meta do PostalPrev no ano de 2013 foi de 11,37%, mas a rentabilidade acumulada foi de – 0,38%.
Ao serem questionados, os Correios disseram, em nota, que “não há dívida de R$ 2,5 bilhões a ser saldada”, conforme for estimado pela reportagem do jornal. “Não há como afirmar que a situação existente compromete o lucro da empresa, já que caso seja definida necessidade de pagamento por parte dos Correios, ainda será decidida a forma e o prazo para amortização”, disse a estatal.
Sobre a indicação de membros para a diretoria do Postalis e de metade dos membros do conselho deliberativo e do conselho fiscal do instituto, os Correios informaram que tem como prerrogativa definir estes nomes, enquanto patrocinador. “Todos os indicados pela empresa cumprem os requisitos técnicos exigidos pela legislação e pelo estatuto do Postalis”, informou a empresa.
 FONTE-SINTECT-SANTOS-SP

MUNDO SINDICAL

 PCCS 95 - Vitória dos Trabalhadores de Alagoas

PCCS 95 - Vitória dos Trabalhadores de Alagoas
Vitória dos trabalhadores de Alagoas, a Justiça do Trabalhodetermina cumprimento da ação das referências salariais, promoções por antiguidade devem ser implantadas imediatamente nos contracheques dos trabalhadores. Temos que parabenizar oSindicato de Alagoas (Sintect-AL), que conseguiu mais uma vitória para a categoria dos Correios. O advogado do sindicato Tácio Cerqueira, requereu na Justiça do Trabalho e esta determinou o imediato cumprimento da sentença referente a ação das referências salariais. A decisão saiu ontem (20/11) e obriga a ECT, por meio de Mandado de Obrigação, a implementar e pagar no prazo de 30 dias, através de inclusão nos contracheques dos trabalhadores envolvidos na ação, as promoções por antiguidade previstas no PCCS implementado em 01.12.1995. 


Caso a ECT não cumpra a ordem judicial, será de início multada em R$ 10,00 (dez) reais por dia. Insistindo no não cumprimento da ação, a multa passará a R$ 200,00 (duzentos reais) por dia em favor de cada empregado prejudicado, na forma do art. 461, § 6º, do Código do Processo Civil.

Sintect-AL já determinou a assessoria jurídica que acompanhe o cumprimento dos prazos por parte da ECT e, caso a mesma não obedeça a Justiça e se negue a implantar e pagar as referências salariais devidas, que seja imediatamente protocolada denúncia na Justiça do Trabalho para que os Correios paguem as multas em favor dos trabalhadores.

Para o presidente do Sintect-AL, Altannes Holanda, a determinação da Justiça do Trabalho, após pedido do Sindicato, é resultado do compromisso e do cuidado que sua gestão vem tendo com os ecetistas alagoanos.

 “Além de dar prosseguimento ao trabalho do companheiro Balbino, nossa missão será de cada vez mais defender os interesses da categoria e provar na prática que os diretores do Sintect-AL tem compromisso com a classe trabalhadora e incansavelmente vem honrando com o voto dado por cada ecetistas nas últimas eleições. Portanto, pela legitimidade a nós concedida através do voto de confiança de cada ecetista, iremos trabalhar cada vez mais para que a categoria esteja sempre bem representada e jamais caia nas mãos de oportunistas mal intencionados que se perdem nos discursos vazios em época de eleição e continuam tentando confundir e dividir a categoria diariamente."Finalizou Altannes.

Quanto ao pagamento dos retroativos referentes a ação, estes continuam em trâmite na Justiça do Trabalho e sendo acompanhados pela assessoria jurídica do Sintect-AL para que tenham maior celeridade. O interessado em maiores informações pode ligar para o sindicato e falar com o advogado Tácio Cerqueira, sempre as terças-feiras, a partir das 15 horas.

Fonte: Sintect-AL

Veja despacho divulgado pela Justiça do Trabalho.

SINTECT-AL

 
12/06/2014

Condenado ex-empregado dos Correios que desviou cerca de R$ 1 milhão




     O Ministério Público Federal (MPF) obteve a condenação por improbidade administrativa de um ex-empregado da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O ex-empregado teve decretada a suspensão dos seus direitos políticos pelo prazo de oito anos e foi proibido de contratar com o Poder Público e de receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo mesmo prazo.Ele ainda terá de ressarcir aos cofres públicos a quantia de R$ 570.675,00 e pagar multa civil de R$ 57.067,50.
     Esse valor corresponde a uma parte dos cerca de R$ 1 milhão desviados pelo réu quando trabalhava na Seção de Benefícios da Diretoria Regional dos Correios em Belo Horizonte, como único responsável pela execução de todas as atividades ligadas aos benefícios de Vales Refeição, Alimentação e Cesta destinados aos empregados e colaboradores da empresa.
     De acordo com a denúncia, no período de abril de 2010 a julho de 2012, o ex-empregado executou um esquema de desvio de recursos públicos que consistia em modificar, no sistema, o status de servidor inativo para ativo de pessoas que se encontravam afastadas ou haviam sido desligadas da empresa, o que lhe possibilitava receber os respectivos cartões de benefícios.
     Sindicância disciplinar realizada pelos Correios apontou que os cartões eram emitidos, com valores creditados pelo próprio acusado, que os utilizava na rede credenciada para compras de bens ou para venda dos créditos com deságio de 15%. Apurou-se que 184 cartões foram emitidos irregularmente, totalizando o desvio de exatos R$ 990.475,00.
     O caso só veio a ser descoberto quando uma funcionária, ao retornar de período de afastamento para tratamento de saúde, solicitou seu cartão e não o tendo recebido, formulou reclamação à Seção de Benefícios e à empresa credenciada, vindo a descobrir que o novo cartão já havia sido emitido antes mesmo de seu retorno ao trabalho e estava sendo utilizado em vários estabelecimentos credenciados.
     Durante a fase de instrução processual, em juízo, o ex-empregado não negou os fatos, mas alegou que teria desviado quantia menor do que a apurada pela Comissão Disciplinar dos Correios, até porque, segundo ele, outras pessoas teriam tido acesso às senhas utilizadas pelos gestores do sistema.
     Para o juiz da 16ª Vara Federal de Belo Horizonte, a alegação não procede, pois ficou comprovado que todos os lançamentos foram feitos por meio de uma senha que era de responsabilidade exclusiva do réu. Além disso, segundo o magistrado, “o que o requerido sustenta em sua contestação contrasta, sem fundamentação plausível, com suas declarações durante o processo administrativo e com as tabelas apresentadas com os cartões emitidos irregularmente. Na sindicância, o requerido primeiramente nega os fatos, depois os admite e devolve a quantia de R$ 419.000,00. Quando é citado para sua defesa, ele reconhece que ainda há pendência em torno de R$ 287.300,00. Além disso, admite que o dinheiro apropriado era gasto com itens de consumo e viagens. Conclui-se, pois, que a soma era maior do que a admitida pelo requerido em petição inicial”.
     Ao fixar o valor a ser devolvido aos cofres públicos, a sentença abateu a quantia já restituída pelo réu, remanescendo R$ 570.675,00. De todas as sanções previstas pela Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/92), o juiz federal somente não aplicou a de perda da função pública. Isso porque o acusado já foi demitido dos Correios após o encerramento do processo disciplinar. Ação Civil Pública nº 28203-96.2013.4.01.3800

FONTE: http://www.justicaemfoco.com.br/?pg=desc-noticias&id=89779&cat=Mais%20Not%C3%ADcias

SINTECT-AL

SINTECT-AL

 
13/06/2014

Dependente químico demitido pelos Correios receberá R$ 40 mil de indenização




     O Tribunal Superior do Trabalho condenou a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 40 mil a um empregado dependente químico (alcoolismo crônico com o uso de maconha e crack) demitido sem justa causa. A condenação foi da Sétima Turma do TST. Na última decisão, a Subseção I Especializada em Dissídios Individuais do Tribunal (SDI-1) não conheceu recurso da ECT, que pretendia reverter a condenação.
     O autor do processo, que, além do alcoolismo informado inicialmente no processo, admitiu também ser usuário de maconha e crack, afastou-se por três vezes do trabalho para tratar da dependência. De acordo como o processo, ele apresentava produtividade abaixo do esperado, com frequentes faltas ao trabalho, sofrendo diversas suspensões disciplinares.
     A Sétima Turma acolheu recurso do empregado e restabeleceu a sentença que condenou a ECT na indenização por danos morais. Para a Turma, ficou incontroverso no processo que ele "é dependente químico, apresentando quadro que associa alcoolismo crônico com o uso de maconha e crack".
     "A jurisprudência desta Corte tem se orientado no sentido de que o alcoolismo crônico, catalogado no Código Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial de Saúde OMS, sob o título de síndrome de dependência do álcool, é doença que compromete as funções cognitivas do indivíduo, e não desvio de conduta justificador da rescisão do contrato de trabalho", desacatou a Turma na decisão.
     O Tribunal Regional do Trabalho 12ª Região (SC) havida absolvido a ECT da condenação com baseado no artigo 482, alínea "f", da CLT, que prevê expressamente que a embriaguez habitual ou em serviço constitui justa causa para a rescisão do contrato de trabalho. Para o TRT, a dependência química e o alcoolismo "constituem problemáticas afeta à saúde pública, sendo notórias as graves e danosas consequências dessa situação". Por isso, caberia ao Estado – por meio das suas instituições de saúde próprias (centros médicos, hospitalares e de reabilitação) - promover a recuperação do trabalhador, "e não repassar à empresa essa responsabilidade pelo simples fato de o dependente ser seu empregado".

FONTE: http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-39--104-20140613

SINTECT-AL
quarta-feira, 11 de junho de 2014

BLOG DOS CORREIOS

Correios apoia mobilização contra exploração sexual

Os Correios, em parceria com o Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (Sesi/CNI), participam da campanha “Não Desvie o Olhar”, que visa fortalecer o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes em grandes eventos, especialmente durante a Copa do Mundo, que começa na próxima quinta-feira (12) e será sediada em 12 cidades brasileiras.
A iniciativa tem por objetivo conscientizar turistas e a sociedade em geral para que orientem possíveis vítimas de exploração sexual sobre seus direitos, informando as punições judiciais cabíveis e incentivando a denúncia, nos casos em que ocorram violações envolvendo crianças e adolescentes.
Importante agente de integração nacional, os Correios integram a causa por meio da divulgação de cartazes em sua rede de agências, bem como realizando comunicação interna e externa e distribuindo os kits para as sedes regionais do Sesi.
Além do Brasil – onde a ação conta com a parceria da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) nas 11 cidades-sede e da Secretaria da Criança do Governo do Distrito Federal, em Brasília –, a campanha “Não Desvie o Olhar” se desenvolverá em 16 países europeus, com apoio da União Europeia.



Publicado em Institucional | Com a tag  | 1 comentário

Correios apura irregularidades em plano de saúde com apoio da PF desde 2013, diferentemente do que diz VEJA

A respeito da matéria publicada na edição da revista Veja deste sábado (7), os Correios esclarecem que foi o próprio diretor regional da empresa no Rio de Janeiro, Omar de Assis Moreira, quem solicitou, há um ano, a investigação atualmente conduzida pela Polícia Federal a respeito de possíveis irregularidades na gestão do plano de saúde.
O diretor também instaurou processo de sindicância interno e constituiu grupo de trabalho para apoiar a apuração da PF. Denúncia sobre o caso foi encaminhada ao Ministério Público Federal, em setembro de 2013, pela Administração Central dos Correios em Brasília.
A sindicância interna a respeito dos fatos, conduzida atualmente por órgão da empresa em Brasília, está em fase adiantada e é acompanhada pela Controladoria Geral da União (CGU).
A nomeação de dirigentes da empresa obedece a requisitos estabelecidos no Estatuto Social dos Correios, entre os quais educação formal, experiência profissional e desempenho, que são pontuados e comparados com a tabela de pontuação mínima para cada nível de função.
O diretor regional Omar de Assis Moreira, empregado de carreira há 27 anos, assumiu a função atual em janeiro de 2011. Como gestor da Diretoria Regional do Rio de Janeiro, tomou todas as providências cabíveis para a apuração dos fatos e até o momento os Correios não têm conhecimento de que Omar de Assis Moreira esteja sendo investigado pela Polícia Federal, ao contrário do que afirma a revista.
O diretor regional nega as acusações feitas pela revista a respeito de suposto recebimento de vantagens ilícitas e envolvimento nas irregularidades que estão sendo investigadas.
Em 2013, os Correios modernizaram o sistema de gestão do plano de saúde, implantando um modelo que possibilita maior controle dos processos: uma caixa de assistência no formato de auto-gestão, a Postal Saúde.
Os fatos de 2005 citados pela revista foram objeto de apuração interna, que resultou em mais de 30 demissões por justa causa. Desde a sanção da Lei 12.490  e da aprovação de seu novo estatuto, em 2011, a estatal adotou práticas mais modernas de gestão corporativa, controle e transparência.
Como resultado, os Correios obtiveram parecer da Controladoria Geral da União (CGU) apontando a regularidade dos atos de gestão relativos a 2012, no processo de auditoria anual de contas e em 2013, foram premiados no 1º Concurso de Boas Práticas da CGU.
A fim de informar corretamente a sociedade, os Correios tornam públicas as perguntas enviadas pela Veja e as respostas fornecidas pela assessoria de imprensa:
PERGUNTAS: Sou repórter da revista Veja, da sucursal do Rio de Janeiro. Ocorre por aqui uma investigação da Polícia Federal sobre fraudes no plano de saúde dos Correios. Estamos fazendo uma matéria para esta semana sobre isso. Seria importante ouvir o diretor regional Omar de Assis Moreira. Conseguem me por em contato com ele?
RESPOSTAS: Como a investigação solicitada pelos Correios e conduzida pela PF é realizada junto a processo de apuração interna, de caráter reservado e acompanhado pela CGU, responderemos às questões por e-mail.
Estamos à disposição para esclarecer todas as dúvidas, de forma que a sociedade tenha acesso ao posicionamento dos Correios sobre o assunto. Aguardamos o envio das questões.
PERGUNTAS: As fraudes aconteceram por dois anos. O Omar não sabia? Nunca desconfiou? Ficou decepcionado com o João Maurício e com o Marcos Esteves, envolvidos no esquema?
RESPOSTAS: Seguem as respostas. Continuamos à disposição para prestar outros esclarecimentos que não tenham sido questionados, mas que porventura constem da matéria, de forma que a versão dos Correios seja contemplada.
O relacionamento entre o diretor regional e esses empregados sempre foi profissional, portanto não há que se falar em decepção. Em maio de 2013 o diretor tomou conhecimento de possíveis irregularidades na gestão regional do plano de saúde e imediatamente determinou instauração de comissão de sindicância interna para apuração dos fatos. Com base nas primeiras apurações, no mês seguinte a Diretoria Regional solicitou à Polícia Federal a investigação do caso e constitui um grupo de trabalho para apoio à PF.
Em setembro de 2013, a Administração Central dos Correios em Brasília também encaminhou denúncia sobre o caso ao Ministério Público Federal.
À época de sua designação para função de assessoria técnica na Diretoria Regional do Rio de Janeiro (junho de 2011), o empregado João Maurício Gomes da Silva não possuía registros desabonadores em sua ficha funcional e todas as etapas previstas nos manuais internos dos Correios foram rigorosamente cumpridas. O empregado foi dispensado da função por ato administrativo da Direção Regional em outubro de 2013, assim que os Correios do Rio de Janeiro foram comunicados do seu indiciamento.
O empregado Marcos Esteves trabalhava na área de saúde desde 2009 e hoje está afastado das atividades na empresa, com o contrato de trabalho suspenso.
Ressaltamos que para aprimorar os controles, a gestão e a transparência do plano de assistência médica, os Correios modernização o sistema, com a implantação de uma caixa de assistência no formato de auto-gestão (Postal Saúde), com gestão e governança corporativa alinhadas às competências organizacionais fixadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS.



Publicado em Correios na midia | Com a tag  | 12 comentários

Correios é a empresa de transporte e logística mais respeitada do Brasil

Os Correios foram eleitos a empresa de transporte e logística mais respeitada do Brasil em 2014, conforme ranking da consultoria Merco divulgada com exclusividade pela revista Exame. O setor é de livre concorrência no País, fortemente disputado por centenas de empresas, inclusive gigantes multinacionais. Foram avaliados os resultados financeiros, o cuidado com as equipes, a qualidade das marcas e produtos e a transparência das empresas, além de quesitos como ética, inovação e internacionalização.
No ranking geral das 100 empresas com melhor reputação no Brasil, os Correios ficaram classificados na 38ª posição. A Merco, em parceria com o Ibope, ouviu executivos, analistas financeiros, ONGs, sindicatos, jornalistas, associações de consumidores, acadêmicos e público em geral.
A estatal ainda figura entre as 100 empresas mais responsáveis do País, em 82º lugar. Para essa lista, Merco e Ibope consultaram a opinião de centenas de especialistas, empregados, diretores de empresas e jornalistas sobre o comportamento ético, gestão de funcionários, contribuição com a sociedade e a preocupação com o meio ambiente e mudanças climáticas das empresas.
Desde 2011 os Correios passam por um processo de revitalização, com medidas para diversificação de suas atividades e melhoria da gestão corporativa, de forma a aprimorar a prestação de serviços à sociedade brasileira. A estatal vem recuperando sua capacidade de investimento — foram R$ 575 milhões destinados à infraestrutura em 2013 —, o que impacta positivamente na qualidade operacional.



Publicado em Institucional | Com a tag  | 3 comentários



FONTE-BLOG DOS CORREIOS
- See more at: http://blog.correios.com.br/correios/#sthash.pYcxVTOn.dpuf

UNIÃO DE BLOGUEIROS EVANGÉLICOS









DESAPARECIDOS

A TENDA NA ROCHA

HORÁRIO

SINTECT-PE

FONE 81-(3222-4002)
(3221-4054)
(3221-6459)
RUA DOM VITAL 73
SANTO AMARO- RECIFE-PE.

MAURICIO, CARLOS E OZEIAS.

MAURICIO, CARLOS E OZEIAS.

OCIOSO

Administre Suas Campanhas, Pague Por Clic e Lucre com MercadoAds.
www.MercadoLivre.com.br/MercadoAds

GUERREIROS -CDD PRAZERES

GUERREIROS -CDD PRAZERES

AJUDE - NOS A ENCONTRAR

.

FIQUE SABENDO.

Loading...

PLANETA VOLUNTÁRIOS

ASSÉDIO MORAL-DENUNCIE.

PARA REGISTRAR AS DENUNCIAS É SÓ LIGAR PARA O SINTECT - PE 3222-4042 QUE AS MEDIDAS CABÍVEIS SERÃO TOMADAS.

UOLHOST

CLICK A VONTADE

DIGNOW

a492a8bb-a331-468a-92ef-84b31e9b1606

APOSTE NA MEGASENA

Google+ Followers

Dicas para Blogs

NOTICIAS GOSPEL

Widget gerado por Gospel Prime

PLANETA VOLUNTÁRIOS

PARCERIA






AJUDE A MANTER O BLOG

FAÇA DOAÇÕES SEGURAS COM O PAG SEGURO.
Descontos de até 95% em até 10x. Garantimos o melhor preço. Confira!
SubmarinoViagens.com.br/Gol

DIGA NÃO A ESCRAVIDÃO


GUERREIROS POSTAIS

GUERREIROS  POSTAIS

GUERREIROS POSTAIS

MAURICIO,ANDERSON,IVAN,
OZEIAS,DENILSON AMANCIO
CRISTIANO,ERICSON,CICERO,
ROBERTO,THIAGO,
MARTINS,FELIPE,
ALBERTO,
CARLOS ANDRÉ,
MANOEL,BRUNO,JOSENILDO
,JOSEILSON,
LUCIVAN,AGUINALDO,CARLOS ROBERTO,SÉRGIO,
ANA,JÚNIOR,
CARLOS DOMINGOS,DENNYS,
JOÃO PAULO,PEDRO,RAFAEL,
PAULO , WELISSANDRO, JOSÉ CAVALCANTE,IVAN CABRAL , CLEVERSON LEMOS E AMARO CÉSAR.

TWITTER

SUGESTÕES

NOTICIAS

Loading...
/blogcddprazeres.blogspot.com/

Search

Carregando...

Translate

Comunidade no Orkut

Loading...

Follow by Email

JOSE LUIZ

UM ABRAÇO DE TODOS QUE FAZEM O CDD PRAZERES, FOI BOM TER TRABALHADO COM VC .NUNCA DESISTA DE SEUS SONHOS. SUCESSO NESTA NOVA ETAPA DA SUA VIDA , QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO.

DOUGLAS ( SAUDADES....)

DOUGLAS   ( SAUDADES....)
Douglas Marivel ( NOSSO ETERNO CARTEIRO)